Dica importante: Respeitem os comentários alheios, não ofender. Se quiser fazer alguma critica ou sugestão, faça de maneira construtiva, e não agressiva.INTERAJAM para que o blog fique mais interessante! A participação de vcs, o público alvo é muito importante! Comente, envie sugestões de temas que gostaria que fossem abordados no blog, enfim, dê a SUA contribuição! Obrigada!

Videos interessantes

Loading...

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Como saber se sou homossexual? (observe bem suas primeiras experiencias homo)

 







Esse é um questionamento muuito comum, principalmente entre as meninas q estão se descobrindo a pouco tempo. Quais   seriam os indicios de que sou homossexual? Primeiramente, vc deve buscar lá no fundo do baú do peter pan, na  sua infância, os tipo  de brincadeiras que vc praticava, de uma olhada no topico “infancia sapatonica!” , segundo, perceber se em lgum momento entre sua infancia e inicio de adolescencia  houve algum episódio de desejo ou tsão por meninas e mulheres, se vc tinha vontade de beijar sua melhor amiga ou Vê-la sem roupa, se pensou em alguma  professora de modo mais passional, coisas assim....segunda coisa, ao longo deste tempo, se o desejo surgiu, foi aumentando?  Como vc reage diante de filmes e séries lésbicas? Curte baladas do babado, mais do que baladas heteros?  Mesmo rtendo atração por homens, consegue se imaginar apaixonada por uma mulher, fazendo amor  ou namorando ela? Se vc preencheu boa parte desses requisitos, há grandes chances de ser homossexual ou bi no minimo!  Porém, nas primeiras experiencias pdoe ocorrer de vc não ter aquele beijo que vc  imaginou, aí q vc precisa prestar atenção; n]ap é pq na primeira não foi daquele jeito q vc não seja bi ou homo, as vezes é questão de falta de afinidade com a menina, nivel de afetividade por ela. Se   o beijo não foi como vc gosta,   isso tem mais a ver com a pessoa, o mesmo com relação a garotos.  Se assumir bi ou homo é um processo, e algumas meninas mesmo com sentimentos pré estabelecidos (antes de experimentar),  precisam de experiências e sentimentos concretos pra se sentirem mais  seguras de sua sexualidade.  Uma coisa é vc  não curtir uma ou outra experiência, outra é não curtir com nenhuma de  determinado gênero.  Se vc gosta, quer repetir  e o desejo é contínuo, há grandes chances. No caso de uma garota bissexual, ela está  habituada a ficar com homens, e quando se ve atraida por mulheres, é como se começasse tudo de novo, é uma  espécie de “puberdade” homoafetiva, onde  vc redescobre tudo de novo, todas aquelas sensações de querer estar com alguem e desejar essa pessoa, só que de forma diferente, ao invés de ser com meninos é com meninas!  Então ela ficará ansiosa pelo primeiro beijo, ao se apaixonar ela vai comparar ao q sentiu com meninos e ficará ansiosa pela sua primeira vez. São coisas parecidas, mas com mulher costuma ser uma sensação  diferente.  De qualquer modo, se vc sabe que sente atração por ambos, mas  ainda assim achar que falta algo no beijo ou no relacionamento, pode ser  que não seja ‘aquela’ mulher ou ‘aquele’  cara q te complete em cheio. Varias pessoas passam pela nossa vida, e as experimentamos para  ver com quem nos sentimos melhor e combinamos mais. mas se tem vontade de ter  uma experiencia homoafeitva, faça-o, quem sabe vc se descubra, não custa nada.

Para mais informações,  ver os seguintes tópicos: 

  


terça-feira, 27 de novembro de 2012

E romantismo não tem mais??










Andar de mãos dadas, beijinhos  no banco do parque, flores, bombons, cartinhas,  troca de poesias dedicadas ao outro ou a outra, horas a fio no telefone com seu amor... tudo isso parece q se perdeu....e deu  lugar as seguintes frases : “solteira sim, sozinha numca”, “a fila anda”, “quer romance? Vá ler um livro!” . mas afinal, o que tudo isso significa?  As pessoas estão banalizando demais  os sentimentos, procuram affairs rapidos, ficadas em baladas,  fazem de tudo pra não se apegar umas  as outras, tudo por medo de  se  entregar,  de se magoarem, de se machucar (mas preferem ferir outrem tamanho esse medo) , tudo isso fruto de outras relações fracassadas, onde não se quer repetir o “erro” em se doar. E aí, parece q o romantismo é intepretado como uma moda, uma tendência passageira, dando lugar a relações efêmeras, pois é mais "cômodo".   Será que estamos todos fadados a isso, se quisermos obter paz e pessoas atrás da gente??    Mas e quando vc não consegue ser assim, volúvel, essa é a palavra que melhor  define  esse tipo de comportamento...? os romaânticos são os que mais sofrem quando encontram pessoas inseguras que se utilizam de sua facilidade de apego em beneficio proprio, e são também os que mais têm dificuldade pra encontrar alguem, pq as pesoas fogem de pessoas q se apegam, confundindo isso com isnegurança e carência, ou quando já basta elas com essas caracteristicas... mas são táo carentes q não podem sequer parr um minuto sozinhas, tem sempre  ir a balada mais proxima pra “ catar”, “pegar” alguem, pra  se auto- afirmar!! E quem era romantico, ao invés de tentar achar alguem que seja como el,e quer aderir a este “movimento”,  por isso parece q as relações atuai  se perderma um pouco.... mas qual a vantagem nisso? vai se obter  o prazer em ficar, não se apegar, mas logo sentirá fala de um companhia, de teralguem pra compartilhar as coisas, pra sentir sua falta, pra te ligar no fim do dia e te enviar aquele sms tão fofo, só pra dizer que tá com saudades e saber como vc tá! Acho tuo isso importante sim, pq isos é cuidado com o ser humano, é zêlo, acho saudável. Relações efêmeras pra mim pelo menos, não vão a lugar nenhum e não matam de tudo a carência!!  Servem sim, pra vc evitar se apegar e sofrer ou  não ficar pensando naquele  amor q partiu por algum motivo, mas jamais  levará embora seu sentimento por ele!!  Se as pessoas fossem mais sinceras,  aproveitassem  melhor a companhia de quem está ao lado  delas e  não se aproveitar dessa pessoa, as outras pessoas não  teriam tanto medo de se doar, mas só se dá valor ao q se perdeu.... todos dizem querer alguem que os ame, mas pq fazer cabo de guerra, joguinhos de correr atrás pra supervalorização do ego? Não é possivel comnpartilhar amor querendo algo do outro q vc não quer dar! Acho que precisamos urgentemente recuperar o romantismo, senão todas as relações humanas perderão o sentido e se perderá o respeito pelos sentimentos alheios! Romantismo não é uma vergonha, e sim um privilégio de quem tem sensibilidade de cuidar do outro!! 





27 de novembro: dia da luta conta o câncer de mama








Você já fez o auto exame? Conhece alguem que já teve câncer de mama? Seja mais uma na luta para a prevenção,  consulte sua ginecologista, se informe e  faça sempre o exame, principalmente se vc tiver acima de 50 anos ou tiver caos na familia.  Segue o limk  do topico mais antigo no blog com as explicações sobre o exame de toque: