Dica importante: Respeitem os comentários alheios, não ofender. Se quiser fazer alguma critica ou sugestão, faça de maneira construtiva, e não agressiva.INTERAJAM para que o blog fique mais interessante! A participação de vcs, o público alvo é muito importante! Comente, envie sugestões de temas que gostaria que fossem abordados no blog, enfim, dê a SUA contribuição! Obrigada!

Videos interessantes

Loading...

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Meninas que desistem de ficar com homens para ficar com mulheres





 Muito se ouve falar em  meninas que sentiram vontade de experimentar um beijo com outras meninas  “apenas por curiosidade”,  algumas até  tem namoradinhos, mas  por algum motivo, mesmo estando bem com eles sentem uma necessidade de experimentar uma mulher! Ora, milhares de mulheres têm essa vontade de ficar com alguém do mesmo sexo, o que é muito normal, devido a nossa natureza mais afetiva com as amigas mais proximas; desde cedo temos maior liberdde em demontrar afeto e andar em duplas com as outras meninas, mas sentir desejo, áixão e  ainda amor   por outra mulher vai muito alem de modinha, de andar de braços entrelaçados no recreio da escola e beijar na balada para parecer “in”!  Mas  mesmo assim,  muitos psicólogos  encaram isso como uma mera curiosidade ou entre adolescentes, uma formade se auto-afirmar, e a mídia ainda endossa  essa ideia de modinha nas revistas adolescentes heterocentristas, como se fosse algo genérico e comum a todas as meninas  e mulheres que realmente gostam de mulheres, o que é um erro e contribui muito  para perpetuar     o preconceito.    Bem, mas não podemos negar que há mulheres que realmente nasceram com essa  pré-disposição a gostar de mulheres , só que nem todas descobrem isso na infância ou começo de adolescência, nem por isso o sentimento que ali irá desabrochar  será menos legítimo do que os das que já se perceberam “diferentes” desde muito cedo.  Já se especulou também, devido a tendência de flexibilidade na sexualidade feminina pelo menos,  a possibilidade de uma suposta “escolha” por parte de um grupo pequeno de  garotas que afirma ter optado por viver apenas relações homoafetivas, essas seriam as bissexuais.  Daí alguns  inconformados passam  a questionar  a que se deve essa “mudança de atitude”. Se existe uma razão para isso? Aí eu não sei se deveríamos procurar um    motivo, afinal cada uma tem sua  história de vida. Mas nesse post, eu vou enumerar possiveis motivos de por que muitas meninas estariam desistindo de ficar com homens para ficar com mulheres.....

Antes de mais nada, meu objetivo não é criticar e nem julgar,  mas  sim tentar  esclarecer. Há alguns anos atrás, surgiu um topico polêmico em uma comunidade sobre meninas do orkut , perguntando por que elas não gostavam de homens. Surgiram várias respostas e justificativas  dentre  algumas hipóteses enumeradas, são as seguintes:




Penetração;
      Pegada;
      Machismo presente em 90% dos casos;
      Falta de sensibilidade;
      A barba que “fura”;
      Falta de sensibilidade;
      Caráter duvidoso;
      Safados;
Preferência pelo corpo feminino;
      Devido à existência da mulher;
      Pq eu sei o que é bom;
      Não sei, só sei q  assim...

Bem, antes de tudo,  devo dizer que existe diferença entre não curtir certas atitudes e não sentir atração e tesão fisicos ou emocional.  Algumas respostas  geraram revolta e “diagnósticos”, mas como eu já disse antes, cada menina tem uma história de vida e não cabe a ninguem julgar. Os dois primeiros motivos são óbvios,  uma lésbica não curte contato fisico com um homem, e como acredito que isso faça parte de instinto, muitas falaram do cheiro masculino tambem (não de perfume, mas cheiro corporal). Lógico, para algumas bi aquilo pareceu um tanto absurdo!!  Questão barba,  caráter, comportamento e  contato com o  corpo, são questões pessoais  de gosto e preferências! Mas resumindo  basicamente, muita menina tem sua primeira relação sexual com homens ou fica com eles por pura pressão e condicionamento da familia e sociedade, mesmo  as bissexuais, acabam ficando por ser socialmente “mais aceito”, porém, começam a entrar em conflito com as imposições sociais,  quando percebem que  as mulheres talvez se  encaixem melhor com sua natureza afetiva, emocional e sexual. Muitas sentiram desconforto, nojo ou falta de prazer na relação  física com homens, dai algumas irão dizer “ah, mas na primeira relação é normal sentir desconforto e não gostar da penetração”, bom, o corpo fala, e muitas sabem que não conseguiriam repetir, porque em uma segunda vez o “desastre” seria o mesmo! Algumas até gostam do sexo, mas não  tem sentimentos por homens!  Mas aí entra o segundo grupo, aquele  das gurias que  até conseguiram consumar uma relação amorosa ou superficialmente fisica, mas não se sentiram a vontade moral e psicologicamente. Essas são alvos de preconceito e interpretações erradas: “ah, ela tá assim pq sofreu uma decepção”, “ela está traumatizada com os homens” mas as falas tem um conotação de desaprovação, como se ela fosse obrigada a persistir em perseguir o modelo ideal de homem, só pq teve um momento em que sentiu satisfação fisica ou sentimental e o desconforto a que me referi s fosse apenas um capricho.   Vou deixar bem claro uma coisa: no caso das garotas bissexuais, algumas têm uma certa  preferência, e muitas sentem-se e comunicam-se melhor  com as mulheres, tanto fisica quanto afetivamente. Nem toda garota suporta certos comportamentos masculinos, mas isso não deve se interpretado como carência ou frescura, é simplesmente a maneira que ela procurou em ser mais feliz, a forma como ela consegue amar e conduzir seus sentimentos, e preferência, não torna o desejo dela por mulheres mais  superficial ou menos legítimo do que das outras que não tiveram tais experiências. Há garotas que consideram que não conseguiram manter relações  saudáveis  e estáveis com homens e se sentiram melhor conectadas às mulheres, repito, ao sacar em si mesmas, experiências individuais , que sendo capazes de amar tambem mulheres, a identificação foi maior com elas e ao meu ver, é um direito que elas têm de buscar a felicidade da forma que melhor se encaixe a elas!!  Daí o motivo de dizer que “escolheram” relações homo. Em um topico de outra comu do orkut, um rapaz gay afirmou que uma amiga achava, palavras dela, “mais dificil sustentar uma relação com alguem do sexo oposto do que com alguem do mesmo sexo”, ora, quer queira quer não, mulheres são mais carinhosas, mais  sensiveis, mais delicadas e  de uma certa forma, e mesmo sofrendo por outra garota, pelo fato de ela tambem se uma garota, para ela acaba sendo um pouco mais fácil de lidar com a perda,    pois não tem o peso do machismo e cobrança da familia por uma mulher perfeita, como costuma acontecer quando namoram homens.
Conclusão: eu penso que cada pessoa  é livre para fazer o que gosta e se sente bem e não precisa ser rotulada, questionada  ou cobrada, nem deveria ter que dar explicações  do pq de suas atitudes a pessoas que nada em a ver com sua vida. E se ela tiver sofrido? Pq pra gostar de mulher ela tem q ter tido uma desilusão ou estar carente? Ao meu ver, quem não pertence a orientações não- heteros,  jamais mataria carência com alguem do mesmo sexo! E se a menina namorou uma garota, mas depois passou a se relacionar com homens, não quer dizer que ela nunca tenha gostado de mulher1 e se ela começou curtindo homens, mas depois passou a se interessar por mulheres, não quer dizer que o sentimento por homens seja o mais verdadeiro , só por ter sido o contato primário.  Acho machismo atribuir um interesse “repentino” por mulheres a rebeldia, vontade de chamar atenção de ex namorado,  carência, falta de homem, ou bobagens do tipo! Isso vem de pessoas q não aceitam e não admitem ou acham q não pode existir a possibilidade de uma mulher gostar de outra seja qual for a circunstância!  Pq  ela não pode simplesmente  ter sentido vontade de experimentar uma relação diferente e a partir daí,  ter se identificado mais com ela, a ponto de abandonar o interesse anterior? Provavelmente dentro de si já havia alguma “faísca”, e seja qual for a situação que desencadeou essa faísca, ela sempre esteve ali e temos que encarar esse fato com naturalidade! Tem muita mina que simplesmente prefere o sexo com mulheres e acha  o beijo feminino mais gostoso, e são simples motivos pra deixar de se relacionar com homens, e só devemos respeitar! E quando tropeçamos na palavra ESCOLHA, pode ter certeza que por trás dela existe uma bissexual,  pq nem todas escolheram ser homossexuais!  E não há NADA DE ERRADO e não é nenhuma aberração  ser bissexual e ter preferência pelo sexo feminino! A flexibilidade não deveria incomodar tanto as pessoas!   Quem sabe o q é melhor pra si é vc mesma, ninguem deve determinar a verdade de seus sentimentos ou a falta deles ou de que forma eles devem acontecer, o corpo é seu e vc o entrega para quem achar que deve e realmente vc quer e te quer,sem culpa, sem julgamentos normativos!  Não existe regras para ser lésbica ou bissexual, a pessoa apenas  é, e se sente dessa forma!  Espero ter esclarecido essa dúvida  de algumas pessoas que pensaram se existia a possibilidade de “virar” homossexual, e por que algumas meninas deixam homens pelas mulheres: questão de  melhor comunicação com o mesmo sexo, simples assim.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Será que devemos sempre esconder nossos sentimentos?









Gostar de outro ser humano seria uma tarefa simples, se não fosse  por um pequeno detalhe: o momento da confissão dos sentimentos!  Muita gente  ao se perceber interessada ou apaixonada por alguém, tenta  fazer de tudo para agradar antes mesmo de dar dicas do que sente e espera ser notado e correspondido, mas timidez e o medo de não ser aceito imperam.  Ora,  o problema não está em gostar da pessoa, mas em  como a pessoa irá receber a  notícia  e reagir  diante desse sentimento. Se existe amizade entre as duas pessoas, surge o medo de atrapalhar  tudo e a amizade se  modificar após o fato, se não rola uma prévia amizade, surge o medo de que  a pessoa mude radicalmente com vc e as vezes até se afaste definitivamente de vc, especialmente se ela era uma pessoa cordial e receptiva contigo.   Grande parte das pessoas não sabe lidar com sentimentos alheios, ou quando não sente a mesma coisa, ou por medo de se entregar.   Ter alguem afim de vc as vezes é algo  que assusta, dependendo do momento que vc esteja vivendo! Mas vale a pena sufocar isso dentro de si? Creio que esconder os sentimentos, embora seja por uma “boa causa” dê um certo trabalho, tentar disfarçar a alegria que sentimos ao falar com a pessoa amada, em nome de querermos mantyer sua presença, é um tanto quant oidesgastante emocional e psicologicamente, e ne msempre esse trabalho todo é recompwnsado, pq por mai que tentemos esconder, sempre deixamos alguma brecha e a pessoa saca, e aí, as vezes, se ela não sabe lidar com a situação, prefere fugir do que encarar, se afastará de um jeito ou de outro. Então nesse caso é melhor se livrar dessa barra e contar logo tudo de uma vez!!   O melhor seria poder contar logo a real, sabe, tirar esse peso das costas, dizer abertamente o que está  sentindo, isso se vc tivesse a plena  certeza de que NADA  iria mudar entre vcs, independente da resposta,  mas é complicado, pq se vc não conta fica se remoendo, se conta e a pessoa reage mal ou não  te aceita vc vai sofrer tambem, é uma verdadeira prisão!!  Agora, o problema é quando a pessoa reage de uma forma tão hostil que chega a tratar mal, ficar indiferente, parecer q não mais se importa com aquela pessoa ou mesmo passa a ignorar que ela exista, como se assim pudesse fazer com que  o fato deixasse de existir.  Acho  que precisamos tomar um certo cuidado, pois o lado q sente se torna mais fragilizado nesse momento, e a menor  falta de atenção ou uma palavra mais ríspida já detona um  coração sensível, pergunto: isso é necessário, pra que  fazer alguém sofrer? Tudo poderia ser evitado se a pessoa  se permitisse ouvir o outro e o assunto pudesse ser discutido com  delicadeza. Se vc não está afim, seja sincera (o), mas não cruel. Se estiver com receio ou em dúvidas se está disposta(o) a ter algo com tal pessoa, diga que precisa de um tempo para absorver a informação,  mas não e afaste totalmente, pq denota descaso!!  Agora, se  vc estiver disposta (o) a tentar  e assumir os riscos, vá em frente, diga que pode e quer tentar!  Tudo seria mais fácil se as pessoas soubessem dialogar e ponderar.  
Bom qual meu conselho para quem deseja se declarar, mas tem medo     de represália. Procure conhecer bem o seu alvo, conversar, sondar como ela se sentiria ao saber do interesse de alguem que não esperasse. O problema é quando a pessoa  te garante que nada vai mudar, mas quando vc  vai tentar....


NUNCA se declare se não sentir q é o momento certo! Sobretudo só o faça se houver já uma certa intimidade entre vcs ou vc perceber que pode rolar um clima.
 Vc pode mandar indiretas, mandar mensagens através de músicas, para bom entendedor meia palavra basta, já dizia o poeta!!
Você precisa estar preparada, se está  certa de que não quer mais guardar isso dentro de si,   escolha a maneira mais confortável para falar. Dependendo  do grau de convivência, é melhor pessoalmente, olhando  nos olhos da pessoa, isso passa  mais veracidade e confiança.  Se for falar virtualmente, procure pensar bem no que dizer e articular bem as palavras, para que não haja nenhum mal entendido, procure passar o máximo de segurança possivel.   o tempo necessário para a pessoa absorver a informação. Se a pessoa continuar a mesma,  melhor pra vc, se ela mudar, dê um tempo e não toque  mais no assunto, procure focar em outras conversas.  Se a pessoa realmente não parece  mais ser a mesma, proponha que mantenham uma boa amizade,  independente de rolar algo entre vcs, pois ninguem tem culpa por gostar de alguem.  O importante é que vc não fique  com aquela dúvida te corroendo se falaria ou não. Se vc tiver medo de falar e acha que é melhor assim “em off”, tudo bem, faça o que for melhor pra vc.