Dica importante: Respeitem os comentários alheios, não ofender. Se quiser fazer alguma critica ou sugestão, faça de maneira construtiva, e não agressiva.INTERAJAM para que o blog fique mais interessante! A participação de vcs, o público alvo é muito importante! Comente, envie sugestões de temas que gostaria que fossem abordados no blog, enfim, dê a SUA contribuição! Obrigada!

Videos interessantes

Loading...

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Relacionamentos ruins, pra que mantê-los?

 




“You know that I want you, and you know that I need you....I want your bad, your bad romance! I want your love and i want your revenge you and me could write a bad romance...”

Uma pessoa que se mantêm em um relacionamento que já está terrivelmente desgastado, muitas brigas por motivos fúteis, pouca liberdade,  ciúmes em excesso pode estar sendo escrava dessas frases descritas acima na musica “Bad romance” de Lady Gaga. O que eu entendo dessa musica? Que mesmo estando em uma relação que faz mal,  a pessoa acha que PRECISA  daquele ser, que não pode e não vai conseguir viver sem aquela pessoa, que quer mesmo até a “vingança” dela!  Mas por que raios em uma relação de AMOR você quer a VINGANÇA dessa pessoa? Nem que seja um  alfinetando o  outro pelas magoas proferidas em palavras duras e amargas?  Será que isso vale mesmo a pena?  Eu não sei. Uma relação dessas onde  tudo já está fadado ao fim, mas por  alguns motivos as duas pessoas insistem em mantê-la a todo custo pode se tornar algo doentio e abusivo por parte de quem achar que tem mais poder, ou seja, o que era amor acaba sendo transformado em uma relação de posse, disputa e serventia e não mais sentimento, onde quem sempre perdoa acaba ficando submisso as vontades do suposto “mais forte”, aí já não é legal. Precisa haver um limite para sua liberdade, sanidade e amor próprio, pois dadas essas consequências fica muito mais difícil de parar, o que trará problemas para sua auto estima. Esse tipo de relação também pode acabar te afastando de algumas pessoas queridas, pois você em estado de desespero de  tentar resgatar a relação,  sente necessidade de largar tudo  que for possível e muitas vezes é um desgaste emocional em vão.  Eu já passei por isso, não de deixar amigos de lado, mas de me submeter  à uma pessoa só para não ficar sozinha e me dei muito mal, sendo que se eu tivesse terminado quando percebi que aquela relação  já não me fazia feliz nem à vontade, eu estaria muito mais tranquila e teria evitado tanto sofrimento e arrependimentos. Hoje em dia já conversamos  pacificamente e estou mais tranquila, já não tenho mais raiva dela, mas na época foi bem tenso.  Mas enfim, são vários os motivos que levam as pessoas a forçarem relacionamentos ruins ou mal fadados, o principal deles é medo de não achar outra pessoa rapidamente.  Alguns falam que temos que aprender a ser felizes sozinhos primeiro, mas não vejo ninguém agindo como se isso fosse verdade, senão não existiria isso de mal sair de uma relação e já entrar logo em seguida em outra. Realmente é ruim ver as pessoas com alguém e você não, e de fato é difícil encontrar uma pessoa que realmente valha a pena... mas que vantagem tem estar com alguém que te põe mais pra baixo do que pra cima? NESSE caso  não há vantagem NENHUMA! O que você ganha tendo um relacionamento de fachada, fingindo pras pessoas estar num mar de rosas quando na verdade está vivendo um verdadeiro inferno? Você está enganando a si mesmo!  Isso só traz  infelicidade pra você, pra outra pessoa e para outros ao seu redor que pouco ou nada podem fazer para te tirar dessa, ainda que tentem. Você é a única pessoa quem pode dar um basta. Se quer tentar de novo tente, mas depois esteja preparado (a) para as consequências negativas!   Terminar e voltar quinhentas vezes  também só prova essa forçação de barra desnecessária, e certamente ali já não há mais amor e sim pura conveniência! Estabilidade eu acredito que encontremos quando a pessoa realmente nos faz feliz, completa e nos fortalece, nos ajuda a aceitar quem somos, falo em completude porque outra pessoa pode sim nos ajudar a ser melhores em algumas coisas, nos acrescentar algo e ter um relacionamento duradouro  até certo ponto  nos ajuda a evoluir e amadurecer como pessoa, pois aprendemos com o outro.   Uma outra razão para essa insistência é que se faz muito apelo para que você nunca seja sozinho (a), parece que o que vale, traz status e reconhecimento de ser lido como alguém interessante só acontece se você estiver em um relacionamento serio, caso contrario  é tachado (a) de inferior!  Não podemos ver dessa maneira (mas vemos).  No dia em que as amizades forem devidamente mais valorizadas, essa obsessão por não ser sozinho e supervalorização do amor forçado vai acabar e ter relacionamentos será apenas uma consequência da convivência com pessoas bacanas e com interesses em comum e não uma obrigação, pois relacionamentos um dia acabam quando os sentimentos são voláteis, mas a amizade sempre permanece.
Essa matéria existe de uma forma mais detalhada sobre as razões de se manter um relacionamento ruim no SAPATÔMICA, mas eu quis fazer um apanhado  geral da ideia central resumindo com minhas palavras e dando meu ponto de vista. Esse é o  link para a matéria: http://sapatomica.com/?s=relacionamentos+ruins+
Leia e reflita.
 




Amigos amigos, relacionamentos à parte!!


 



Ter amigos verdadeiros é muito bom, mas namorar é melhor ainda. Pelo menos é o que a maioria acredita e o que mostram as circunstâncias. Porém,  há um mito que permeia um conflito entre esses dois tipos de relação que é, tão logo que um dos amigos entra em um relacionamento estável o outro que ainda está solteiro acaba ficando pra escanteio.
Vocês são inseparáveis: sempre saem juntos (as), dão boas risadas, vão pras baladas, azaram juntos (as) se falam por telefone, facebook, skype  e o caralho a quatro....mas de repente  pinta aquela pessoa legal apenas para UMA  das partes...aí acaba sendo um problema porque o namorado ou namorada do amigo (a) acaba roubando a cena! E aí quem sobra? Principalmente aquela pessoa que está quase sempre sozinha e só podia contar com os amigos para os rolês. Diante disso, qual a solução?

O ideal para que não fique algo tão injusto e desnivelado seria tentar conciliar, saber se dividir entre um e outro, ou seja, separar um momento e um dia para seu amor e outro para seus amigos.  Quando o relacionamento se torna a coisa mais  importante a ponto de excluir os amigos já não é um bom sinal. É bom sabermos manter o equilíbrio para não magoar nem desprezar ninguém e nem perdermos nossa própria liberdade e principalmente o amor próprio. Aí quem sabe um dia seu/sua  amigo (a) solitário (a) não arruma um par para saírem os quatro juntos hein?! Assim ninguém ficaria de fora!  Mas enquanto isso não acontece, seja sensato (a), ok?