Dica importante: Respeitem os comentários alheios, não ofender. Se quiser fazer alguma critica ou sugestão, faça de maneira construtiva, e não agressiva.INTERAJAM para que o blog fique mais interessante! A participação de vcs, o público alvo é muito importante! Comente, envie sugestões de temas que gostaria que fossem abordados no blog, enfim, dê a SUA contribuição! Obrigada!

Videos interessantes

Loading...

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Por que ser ativista ou militante?




 





Primeiro, vamos ver o que significa ser ativista ou um  militante GLBT. É um membro da comunidade que esta ligdo diretamente a causa, sempre lutando pelos direitos da comunidade, tentando combater os obstaculos q se interpõe no caminho da comunidade homoafetiva.  É alguem q levanta a bandeira e veste a camisa cheio de orgulho, assim como um torcedor fiel de futebol!  Ele faz pq acredita que isso de mais orgulho para ele e para os demais, o q é verdade. Como ele faz isso? Por meio de palestras, programas, movimentos nas ruas, através da parada gay e outros eventos relacionados a causa. Vc não precisa ser um ativista ou militante, mas pode ajudar a defender  seus direitos de formas particulares. Eu faço isso através do meu blog, buscando sempre informações, procurando orientar e ajudar  as leitoras da melhor forma possivel !! alguem q seja simpatizante pode colaborar tambem, apoiando a causa, mesmo que não lute diretamente ou nçao seja homoafetivo. Essas pesoas o fazem por amigos q são homoafetivos.   Existem  opiniões sobre os prós e os contrar de ser um ativista e militante. Separei um trecho de uma reportagem em um blog que fala de como as pessoas veem  a militancia GLBT.







"A última enquete disponibilizada em nosso site procurou saber como os leitores vêem os ativistas e militantes gays. Em linhas gerais, metade os considera importantes, já a outra metade não. A pergunta ficou no ar durante o mês de março e os dados levantados demonstraram metade da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais não enxergam os militantes LGBT como necessários ou, como em alguns outros casos, considera que o trabalho desenvolvido por eles não é feito da maneira como deveria.
Segundo os resultados, 6% dos que responderam a pesquisa declararam que os militantes LGBT são desocupados; 12% afirmaramque eles pegam muito pesado e atrapalham; 15% consideraram as ações ineficazes, pois eles “pegam leve demais” e, como destaque, 17% votou na opção “oportunistas que vivem de verbas”, o que leva a constatar que aproximadamente 50% possui algum tipo de opinião negativa sobre os ativistas.
Em contraponto, há os que consideram a militância LGBT uma contribuição importante. De acordo com 40%, os ativistas são importantes para a causa, e 10% salientaram a importância deles, declarando que eles seriam “guerreiros incansáveis”, o que resulta em também 50% de simpatizantes e apoiadores aos militantes gays.
A Secretária Geral da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Irina Bacci, expôs o que já também constatamos: “o resultado da enquete mostra que a maioria acredita na importância do ativismo e da militância, como ferramenta de transformação, porém o que mais chama atenção são os resultados para as perguntas pegam leve ou pegam pesado. Ainda falta para a sociedade brasileira acumulo político necessário para entender que movimento social se faz com protagonismo”, afirmou Irina, comentando a enquete da Lado A."


http://revistaladoa.com.br/2012/04/noticias/militancia-gay-que-comunidade-pensa-deles 




Na minha opinião, ser militante ou ativista tem sua importancia, pq são colaborações de extrema importancia em busca da visibilidade LGBT. Por outro lado, não construimos nada sozinhos, sem outras iniciativas que possam se aliar a causa. Falo do poder público, de quem tem o poder de aprovar o projeto PLC - 122. O0 ativismo ajuda as mudanças a virem, mas não é tudo. Precisamos de mais pessoas que se juntem a nós para lutar pela causa e fazer com que gays, lesbicas, bissexuais e transgêneros possam viver como cidadãos  que possam desfrutar dos mesmos dieitos que os heterossexuais. A aprovação da união estável do STF já foi um grande avanço, embora ainda pecisemos de mis respaldos para mais conquistas futuras! 


Aqui estão  os nomes de alguns grupos de militância Lésbica que retirei do livro "Vidas em arco iris" 

Grupo CORSA - 
Cidadania, Orgulho, Respeito, Solidariedade e Amor 
INOVA - Associação Brasileira de Familias GLTTB

MoLeCa - Movimento Lésbico de Campinas (SP) 

Telefone:
(19) 3231-2995 

Gruoo FALT -  Familias Alternativas 
Grupo Umas & Outras 
 Associação Coturno de Vênus

Associação Lésbica Feminista de Brasília - Coturno de Vênus
Caixa postal 3546, 70089 - 970, Brasília, DF, Brasil
coturnodevenus@coturnodevenus.org.br
Tel: 61 3381 2229
Cel: 61 8187 8929
twitter.com/coturnodevenus






E tem também a propria Associaççao da Parada do Orgulho GLBT (APGLBT). Segue o link do historico e dos objetivos dela como atuante direta no movimento. 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Será que tá na hora de pedi-la em casamento?


    

O namoro lésbico é assim, quase que expresso,  vc mal começa a namorar e ou em uma semana ou um mês no maximo, uma das duas já quer propor casamento!! Principalmente  se vc já praticam,ente se mudou para a casa dela e só falta trazer o resto da sua casa junto! Mas é bom ir com calma,será q já é hora de trocar alianças?

Casamento é uma coisa muito séria e um grande passo importante e decisivo de certa forma na vida de qulquer ser humano e não é só trocar anéis brilhantes com os nomes de vcs e usar um vestido longo ao som da marcha nupcial.. vcs irão viver juntas, morar debaixo do mesmo teto, portanto precisa ser algo analisado e bem pensado e planejado com carinho!    Novamente  vão  algumas sugestões pra te ajudar a amadurecer legal essa idéia.



Namore bastante. Aproveite o  namoro enquanto puder. Certifique-se de que há amor suficiente  de amabs as partes para pensar em faze-la a mulher da sua vida!
Tente fazer um teste se vc consegue conviver com ela por um tempo. Que tal passar um tempo na casa dela, caso ela more sozinha? Poderiam viajar juntas no final do ano tambem, alugar um apartamento na praia nese periodo de férias, qualquer porra assim! Acho uma boa dica, pois assim vc vai ver os habitos dela e ver se consegue se acostumar, hahaha!  Esse  é outro aspecto da vida a duas: aprender a aturar as manias e certos habitos do outro, seria bom se vcs consguissem conciliar horarios né?!   O gostoso é q vcs n]ao vão precisar marcar hora pra se encontrar (portanto sem atrasos)  e poderão dormir de conchinha!!  
Ah, o espaço! Ele é de suma importancia pra vcs! Um espaço só de vcs (caso nenhma das duas viva sozinha),  sem sogra, sem  vizinho chato e fofoqueiro (e punheteiro, tem homi  que não pode ve duas mulheres se pegando) , sem inconveniências. É bom começar a procurar um cantinho  juntas, primeiro passo.
As duas tem boas condições financeiras?  Vcs precisariam no minimo, ou uma das duas estar trabalhando, ter um emprego fixo de renda razoavel, de modo a sustentar uma casa, pq vem contas, aluguel, etc...
De preferencia que ambas tenham contas particulares. Conta conjunta, vcs precisam ser muito honestas uma com a outra para movimentar uma, pra ninguem reclamar que ficou faltando grana no final do mes que vc pegou e nem avisou!
Procurar alguem de confiança que  valide a união estável de vcs através de um contrato. Alguns casais celebram sua união na ICM (Igreja da Comunidade Metropolitana) no RJ ou em SP.  
Morar junto tem suas vantagens e desvantagens.  Separei mais um link do sapatomica para vcs lerem sobre esta materia, incluisive tem como vs devem proceder para ir a cartório para assinar o contrato de união estável.



 

http://sapatomica.com/blog/2012/07/08/juntar-as-escovas-voce-esta-preparada/

Namoro, um tempo para se conhecerem melhor

 






O que é um namoro? Um tempo para as duas pessoas perceberem se combinam, até ai, sem novidades! Mas saiba q é possivel diagnosticar de antemão já durante o periodo  que vcs estiverem se falando ou ficando se vale a pena seguir com algo mais serio ou não.    Isso vai depender tambem de suas experiencias anteriores, baseado nelas vc vai querer seguir em frente, arriscar  ou não!  Para isso, ai vão algumas dicas:


Conversem sobre tudo.  É importante observar  se a pessoa com quem vc quer  ou pretende sair, passar um tempo junto tem bastante assunto, se é alguem com opiniáo formada, que sabe o que se passa a volta de vcs.

 Mesmos gostos.  Tudo bem, vcs  não precisam gostar em 100% das mesmas coisas, mas convenhamos, se vc adora um brega e forró pra escutar no ultimo volume  e ela começa a reclamar q gosta de eletronico, e ainda por cima falando mal e isso te incomoda, já não é legal! E é importante  tambem que gostem de quase todos os mesmos programas, cinema, shopping, parques, pra ter onde ir. Opções  de passeios em um namoro  tudo né, até mesmo um local que vca gostem muito de ir pra  curtir aquele momento a duas ou a dois.


Não faça promessas. Viva um dia de cada  vez e evite começar a dizer que ama em menos de 3 meses de namoro!   Imagine que desagradável ia ser (e costuma acontecer), se seu namoro nao durar até 4 meses (ou menos de 1 ano), e vc  quer terminar e simplesmente chega e diz que não era amor, ou não estava  mais apaixonada, ou simplesmente sumir, depois de dizer “te quero pra sempre”,  “vc é a mulher da minha vida” e outros derivados, como se nada daquilo tivesse tido importancia, não pega  bem e só queimará seu filme! Sim, pq se ela virar ex, as “proximas gerações”  podem saber de vc, e ai se vc cair no rebucetation sem saber,... quem vai querer ficar com vc com essa fama?? Então, ao invés de só usar palavras bonitas, use atitudes tambem pra demonstrar o seus sentimentos o q convence mais! não é que não possa fazer declarações, faça, é bonitinho, é importante ela se sentir amada e querida, MAS... busque o equilibrio entre declarações simples e pequenas atitudes, sem  fazer parecer final de novela mexicana, pra depois  se não durar,  ter um unhappy ending !   

Comece ficando com ela. Vc pode ficar com ela por um mes, sem firmar ou oficializar compromisso. Quando tiver segura de seus sentimentos e de si e dos dela por ti, ai sim a peça em namoro.    Durante esse periodo, nao mencione casamento, pois é muito cedo pra sae falar nisso, ainda mais se vc tiver  vindo de outras relações há pouco tempo.

Não a idealize tanto. Vc se apaixonou,  mas precisa que deve aceita-la como ela é! E vc tambem, ja deixe claro pra ela quem e como vc é e como gosta das coisas. Para dizer (e antes de dizer)  que vc ama alguem, deve aceita-la como é, com sues defeitos e qualidades, desde ue não interfira no convivio de vcs e uma não magoe a outra por causa de sua personaldiade.

Esteja disposta a fazer concessões. Sempre vão haver diferenças ou oposições entre as partes em alguma coisa, o que fazer?  Se ela mor longe, combinem lugares no meio do caminho para ambas, ou revezem se caso cada uma more em regiões, estados ou cidades diferentes. Tente estabelecer um prazo pra q cada uma faça seu “turno”.  

Enfrente obstaculos. Se ela não estiver bem, não custa nada ficar o  fim de semana com ela, cuidando dela, caso vcs ja sejam casadas, ou esperar q ela esteja bem, caso estiver passando por algum momento turbulento da vida dela, morte de alguem querido, permaneça ao lado dela, mostre q esta ali, q vai ficar tudo bem, e evite chama-la muito pra sair, casoela precise  de um tempo pra superar a fase de luto.

Seja sincera com ela. Se ainda mantem vivo algum sentimento guardado por alguem,  diga a ela, deixe claras suas intenções. Se não pensa em namorar, seja franca  e diga que gosta de estar com ela, mas que por enquanto está curtindo o momento com ela.  Evite faze-la sofrer criando expectativas  com algo que vc ainda nao pretende fazer.  E torno a repetir, não diga que a ama, diga que gosta dela e de sua companhia.

É possivel levar um namoro mesmo se perceber diferenças  gritantes de idade, time, sexualidade (bi e lesbica), ativa e relativa,  mas ambas já precisam estar cientes dessas diferenças e ver se estão de acordo com tudo isso, se pasariam por cima dessas diferenças pra não surgirem conflitos futuros que possam acabar hostilmente com a relação e não ter volta, não é legal e nem justo  começarem tão unidas e depois  por motivos que poderiam ser bem contornados, virarem  duas inimigas mortais! Tem uma materia muito interessante no SAPATÔMICA sobre esse lance  de estar ou não na mesma vibe, vale a pena dar uma lida, pois ela complementa o topico.  Espero ter ajudado e que vcs tenham sucessi nesse começo de namoro e que seja eterno enqaunto dure!!