Dica importante: Respeitem os comentários alheios, não ofender. Se quiser fazer alguma critica ou sugestão, faça de maneira construtiva, e não agressiva.INTERAJAM para que o blog fique mais interessante! A participação de vcs, o público alvo é muito importante! Comente, envie sugestões de temas que gostaria que fossem abordados no blog, enfim, dê a SUA contribuição! Obrigada!

Videos interessantes

Loading...

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Como se aceitar sendo bi ou lésbica?




A descoberta e aceitação da bi e homossexualidade é um processo que pode ser fácil para uns, mas levar mais tempo para outros, tudo porque aos olhos da sociedade seria algo “fora dos padrões”, e auto-aceitação  também está ligada à aceitação da familia e da sociedade. Há pessoas que não querem ser diferentes, querem ser “normais” , assim não precisariam ter de dar explicações do que e por que gosta.  Mas por que precisamos dar satisfações e prestar contas de  algo que é inerente à nossa pessoa?  
 
 Quando damos nosso primeiro beijo em uma garota para nós é tão normal saber que gostou daquela sensação, tanto quanto antes de fazê-lo, mas para outras  meninas fica uma indagação:  pq eu, sendo tão feminina.... gosto e sinto atração por outras meninas? Fica uma estranheza, uma dúvida, que nos obriga a experimentar para ter certeza se é mesmo o que estamos pensando (e na maioria dos casos é,  pq é um feeling que temos)  mas ao mesmo tempo só nós entendemos como e o porquê aquilo tanto nos agrada, por mais “estranho” que possa parecer.  Mas achar “estranho” poderia ser entendido como uma homofobia internalizada, como se assimilássemos a ideia de que o “normal” é  sentir atração por homens e não por mulheres, acho que quase todas nós passamos por isso. Pior então se vc for bi, pq ai que fica uma confusão na mente: por que uma hora quero mulheres e outra hora quero homens? Mais uma vez, o medo da não aceitação, que implica em falta de compreensão por parte das pessoas que não entende algo que não vive nem sente!
 Mas todas nós passamos por isso um dia, então como facilitar esse processo de aceitação?
Para se aceitar, precisamos nos entender, sentir, experimentar, vivenciar. Quando vivenciamos o sentimento, tudo fica  mais natural,  tanto que vai ser ainda mais natural comentar com alguém de forma espontânea que estamos apaixonadas por uma garota e não por um homem!  A primeira dica é: 1) se permita ler  e descobrir mais sobre o assunto, busque sites, livros, filmes, séries; 2) conhecer mais gente que sente o mesmo, através de encontros organizados em redes sociais; 3) experimente  beijos e toques  quando for possível;  4) deixe-se viver uma paixão quando esse sentimento vir naturalmente, mesmo que ele não seja correspondido, pois só assim vc vai se familiarizar com o que sente de verdade;  5) imagine histórias, fantasie e se isso te fizer bem, vai ver o quanto é normal;  6)  não tenha vergonha de dizer o que pensa sobre o assunto, defenda-o se tiver vontade e discuta-o (sem briga) com alguém que te der abertura e mostrar interesse em saber mais sobre isso; 7) quando  se sentir segura, olhe no espelho,  respire fundo e diga a si mesma: “sou bissexual/ sou lésbica, me amo assim e ninguém tem nada a ver com isso pq essa é minha natureza!”.  Dizer à si mesma  é só o primeiro passo pra se assumir abertamente para as outras pessoas! 
Bem, cada um tem seu ritmo de aceitação, mas espero  poder ter ajudado nessa nova descoberta.  Boa sorte  e só seja feliz!

Devo mudar para agradar alguém?





Sempre quando queremos conquistar alguém e começamos um relacionamento, tentamos mostrar o melhor de nós, e nessas de  querer agradar, tentamos esconder defeitos e até mesmo fatos de nossas vidas, com medo de julgamentos   e até do término.  Tem gente que confunde ceder um pouco com se anular, se boicotar, deixar de fazer o que gosta, usar roupas que aprecia, e até mesmo se afastar de algumas pessoas pra manter a  presença da outra pessoa em nossas vidas.  Será que  isso é certo? Até que ponto é bom abrir de mão de certas coisas por causa  de alguém?

 Eu  sou a favor de entrarmos  em um relacionamento sendo sinceros sobre quem somos e como somos para não haver decepções no futuro, até q porque penso que quando se gosta  nos aceita como somos, e gosta de cada qualidade como aceita e até gosta de cada defeitinho, que é o que nos torna únicos e especiais aos olhos dessa pessoa.  Também  não tenta moldar ninguém, mas sim, acrescentar algo de bom e positivo na vida dessa pessoa,  ou seja, vc enriquece a vida dessa pessoa com novas experiências e formas de ver as coisas,é  uma troca, um aprender e ensinar,  mas não força a pessoa a mudar seu jeito de ser a bel prazer.  Dizem que “um bom relacionamento é quando alguém aceita seu passado,  apoia seu presente e incentiva seu futuro”.  Não mude seu jeito por NINGUÉM, pq depois o relacionamento acaba e o que resta de vc, dos amigos que vc abandonou pelo namoro?? Nem todo mundo se mantém presente após o término. Dizem que amigos são pra sempre, mas amores vem e vão, e creio que seja ao final dele que vc vai perceber de fato se valeu a pena mudar algumas coisas ou não e também o quanto a pessoa se importava contigo (ou não).  Em suma, continue com as roupas que gosta, faça o que sentir vontade, saia sozinha quando quiser, vc não nasceu grudada na pessoa, não se afaste dos pais,  cultive seus amigos, pois  são pra vida toda.  Não mudar somente pra agradar é se respeitar e se impor, e assim ser respeitado e aceito como é por quem valoriza isso em vc.